Dji Tafinha, o “Rapper Executivo” estreia na TV Record Angola dia 12 de Agosto o programa “COKE STUDIO”


Com uma carreira de 12 anos desde o lançamento do seu primeiro CD, DJI TAFINHA é reconhecidamente um dos melhores rappers e produtores de Angola. E foi exactamente por isso que, a convite ca Coca-Cola, irá estar ao lado de Anselmo Ralph e de outras grandes estrelas da música africana num programa da TV Record Angola intitulado “ OKE STUDIO” a partir do próximo dia 12 de Agosto, onde semanalmente o público poderá apreciar um pouco do que a sua vida artística e a sua genialidade, talento este que lhe valeu ainda em Junho passado o prémio de Melhor produtor do Ano nos Angola Music Awards 2017.
Dji Tafinha nasceu em Angola na cidade de Lucapa na província da Luanda Norte em 1986. A jornada no mundo da música começou aos 12 anos, quando se apaixonou pelo RAP. Depois de muitos anos de trabalho árduo e persistência, Dji Tafinha conseguiu atingir finalmente a tão desejada popularidade em 2008, altura em que lançou a música “Ela só dá bandeira”.
O rapper não se limita apenas a escrever músicas e droppar versos de RAP. Dji Tafinha é também é reconhecidamente um dos melhores produtores de Angola, tendo já produzido inúmeras faixas musicais para diversos artistas conceituados do seu país, como Anselmo Ralph, Yola Semedo, Ary, Yola Araújo, Chelsy Shantel, Bruna Tatiana, Big Nelo, Zona 5 entre outros. Mais recentemente Dji Tafinha assumiu também o papel de mentor na versão angolana do mega sucesso internacional de TV, o “The Voice”.
Dji Carvalho Júnior começou a produzir fora de Angola, mais concretamente na Namíbia, onde residiu durante 2 anos. Actualmente, o rapper e produtor vive na cidade de Luanda em Angola, onde já viu o seu trabalho ser reconhecido com diversos prémios e distinções.
Multifacetado, o seu trabalho varia desde o Rap ao R’N’B, passando pela Kizomba, Zouk e Rock Alternativo, com inspiração em diversos artistas como os ColdPlay, Eminem, Kanye West, Jay Z, Linkin Park e Paulo Flores.
A relação com Portugal é longa e começou em 2009 com a participação de Sam the Kid, Valete e NGA no seu álbum Hardcore. Depois disso, contou com várias participações nos seus trabalhos do “Príncipe do Hip Hop”, o premiado rapper do grupo Força Suprema Prodígio.
Video Tem Dó
Desde o lançamento do single “ELA SÓ DA BANDEIRA” em 2008 a popularidade de Dji Tafinha tem vindo a crescer, não só em Angola mas também internacionalmente. Embora o artista seja considerado um dos melhores produtores de Angola, como músico a sua carreira também é bastante consistente, visto que o seu trabalho é sempre recebido de forma positiva pelos fãs. O artista já conta com vários galardões como o Troféu Moda Luanda para Melhor de Vídeo do Ano 2013 e Troféu Moda Luanda para Melhor Colaboração 2013, ambos com a música “Vou-te dar” que contou com participações de dois grandes artistas – Nelson Freitas e Ary. Já em 2017, venceu o prémio Melhor Produtor nos Angola Music Awards, sendo o tema “Imperfeito” o seu maior sucesso de sempre e um verdadeiro hino em todos os seus espectáculos ao vivo.
Em 2014, o rapper foi também prestigiado no “Top dos mais queridos”, um evento criado pela Rádio Nacional de Angola, nomeado na categoria do “Top 10” dos artistas mais consumidos de Angola do ano de 2014. Ainda em 2014, segundo a votação dos ouvintes do programa “beat Box” de uma outra rádio conceituada de Angola, a Rádio Luanda, Dji Tafinha ficou em primeiro lugar na categoria de Melhor Produtor do Ano. O seu álbum “Duetos” ficou em segundo lugar na categoria de Melhor Álbum de hip/hop-rap nacional de 2014. Em Fevereiro de 2016, o artista lançou o seu sétimo album, “INDEPENDENTE II”.
Sempre batalhador e humilde, Dji Tafinha é também o CEO da sua empresa “Galáxia” (GLX), considerada uma das melhores produtoras musicais de Angola e lançou em 2016 a Galáxia Filmes, uma produtora de videoclips e documentários..

Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial